Telemedicina: Conheça esta tendência e as razões para aderi-la

Emissão de laudos, verificação de prontuários e atendimentos online evitando a ocupação de espaços físicos, bem-vindo ao novo normal da medicina

Você já ouviu falar em telemedicina? A telemedicina é uma subárea da telessaúde, se trata de um novo conceito que consiste na troca de informações entre os médicos e no tráfego de exames e laudos. Durante o período de pandemia da Covid19 a telemedicina foi regulamentada, em caráter excepcional e temporário, pelo Ministério da Saúde de acordo com a portaria nº467/20. 

Essa prática funciona através de uma plataforma online que dá acesso ao gerenciamento da agenda médica, exames, prontuários e gestão financeira, caso o atendimento procurado seja particular. Representando assim, comodidade e segurança para médicos e pacientes. O acesso online do profissional da saúde é recomendado para atendimento pré-clínico, suporte assistencial de consulta, monitoramento e diagnóstico no âmbito do Sistema Único de Saúde (SUS), além de prestar orientações à saúde complementar e atender o setor privado.

O OBJETIVO DA TELEMEDICINA NO BRASIL

Mais do que emitir laudos médicos à distância, o objetivo da telemedicina no Brasil é chegar mais longe e alcançar regiões no país com pouco acesso da população aos recursos de saúde. Segundo uma pesquisa feita pelo PNAD, órgão do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística-IBGE, no período de 2016 a 2017 o acesso à internet no Brasil subiu 88,4% entre os jovens com idades de 20 a 24 anos. No entanto, o dado mais expressivo foi entre a população de idosos (60 anos ou mais), cujo o acesso à internet subiu 31,1% em 2017. Esse dado mostra o maior aumento proporcional entre os grupos analisados na pesquisa. Ressalta a Agência de Notícias do IBGE

O CARÁTER TRANSFORMADOR DA TELEMEDICINA

Inovação na educação: por esta nova modalidade é possível ao profissional de saúde ter acesso à teleducação e, assim, não ser limitado ao seu espaço geográfico para buscar aprimoramento profissional. Ele pode se contactar com os grandes centros de educação em sua área: por videoconferências, palestras, aulas online e e-learning.

Emissão de laudos à distância: o recurso que mais cresce no Brasil. Por ele o paciente pode realizar o exame e o médico, online, emite o laudo através do computador, tablet ou smartphone com acesso à internet.

Teleassistência: esta modalidade consistena monitoração do pacientepelo médico de forma presencial, o profissional da saúde se comunica com outro médico que está online, o qual pode fornecer uma segunda opinião e assistir o paciente virtualmente.

TELEMEDICINA TRAZ REDUÇÃO DE CUSTOS?

Sim. Como se trata de uma modalidade online, ela reduz custos com internações, locomoção e gera praticidade e eficiência na comunicação entre médico e paciente. É possível economizar com a telemedicina em três aspectos:

  1. Monitoramento de indivíduos com doenças crônicas: possibilitando a prevenção de crises e evitando gastos com internações. 
  2. Consulta à distância: promove agilidade no atendimento, aumenta o número de pacientes atendidos por dia e reduz despesas de locomoção.
  3. Conferência online: permite ao paciente se comunicar com o médico sem precisar ir ao posto de atendimento, evitando assim, sobrecarregar o local.

Você também pode gostar

EnglishPortugueseSpanish